10 estudos interessantes sobre perder peso

...
...
...
...

Constantemente ouvimos muitas informações erradas sobre dieta e vida saudável. Informações confiáveis se tornam cada vez mais escassas e quem quer emagrecer de forma eficiente sofre, muitas vezes com meses de métodos errados, que sabotam os resultados e acabam desanimando a maioria.

Pensando nisso trouxemos o que várias universidades realizaram de estudos sérios sobre o assunto para trazer um pouco de luz e hábitos corretos para as pessoas que não querem perder tempo.

almoco-em-familia

Agora você vai descobrir pesquisas sérias sobre hábitos que deve adotar adotar na dieta. Isso pode mudar seus resultados!

  • 1 – Nunca ignore a água

Os nutricionistas não cansam de alertar para a importância da água para perder peso. Com zero calorias, basta adquirir o hábito de trocar qualquer refrigerante ou suco industrializado por água para começar a ver os resultados. Num estudo que envolveu 240 mulheres com excesso de peso, aquelas que optaram por água em vez de outro tipo de bebida perderam, em média, mais 2 kg do que aquelas que não fizeram a substituição. A verdade é que os números não enganam: 1 copo de suco industrializado tem 154 calorias, 1 lata de Coca-Cola tem 146 calorias, 1 copo de água tem 0 calorias.

  • 2 – Começar o dia com ovos pode ser uma boa ideia!

Os investigadores da Universidade do Louisiana recomendam que o pão francês seja substituído por ovos. A ideia é simples: quem comer 2 ovos perde, em média, 65% mais peso do que quem ingerir pão francês na mesma quantidade de calorias. Qual a diferença? Quem começou o dia com ovos sentiu menos fome, acabando por comer menos durante o resto do dia.

  • 3 – Coma com tempo!

Um estudo da Universidade de Rhode Island mostrou que um grupo de mulheres que comia muito depressa (devoraram um almoço de massa em 9 minutos) acabou por ingerir 646 calorias. O outro grupo de mulheres, que comeu mais devagar (demoraram cerca de 30 minutos a saborear o almoço), ingeriu menos 70 calorias. Além de comer menos, este grupo sentiu mais saciedade, após o almoço, ficando com menos vontade de comer fora de hora.

  • 4 – Música magra

A universidade britânica Brunel chegou a uma conclusão interessante quando estudou a relação entre música e emagrecimento: com boa música, as pessoas que integraram o estudo praticavam exercício físico durante mais tempo, ou seja, chegando a melhorar o rendimento do treino em até 15%! Mas atenção, à hora das refeições, desligue a música – caso contrário, a tendência é comer mais.

exercicio-com-musica

  • 5 – Comer em casa

Sabia que as refeições que fazemos fora de casa têm cerca de 60% mais calorias do que aquelas que prepararmos nas nossas próprias cozinhas? Este estudo apenas reforça a ideia de que devemos evitar, ao máximo, comer fora – pelo bem do nosso corpo. Caso contrário, pesquise as melhores opções saudáveis para comer fora.

  • 6 – Existem formas mais eficazes de fazer execícios

Um estudo recente da Universidade de Hamilton, no Canadá, explica que 30 minutos de ciclismo em sprint (pedalar rapidamente durante 30 segundos e depois mais devagar durante 4 minutos) é mais eficaz do que 90 minutos de bicicleta em ritmo normal. O segredo está nos sprints de 30 segundos que podem ser aplicados a várias outras modalidades – caminhar, correr, nadar…

  • 7 – Peso pós-parto

As mamães, muitas vezes, têm grande dificuldade em livrar-se dos quilos que acumularam durante a gravidez e um dos motivos prende-se com a quantidade de tempo que passam em casa depois do parto. Os investigadores da Escola de Medicina de Harvard têm uma solução: desligar a televisão e sair de casa! Num estudo que contou com 902 novas mães, registrou-se que, para cada hora de televisão vista por dia, a probabilidade de manter o peso extra aumentava 24%; no caso das mulheres que caminhavam diariamente durante uma hora, esse valor baixava 34%.

  • 8 – Rir ajuda a emagrecer!

Que rir é sempre o melhor remédio nós já ouvimos, o que não sabíamos é que por cada 10 ou 15 minutos passados às gargalhadas, o corpo queima cerca de 40 calorias. Quem o diz são os estudiosos da Universidade Vanderbilt no Texas.

  • 9 – Personal trainer de quatro patas

Investigadores da Universidade de Victoria, em British Columbia, no Canadá, asseguram que um dos melhores personal trainers que podemos ter é um cão. Além de praticarmos mais exercício físico do que aquelas pessoas que não têm um animal de estimação, quem tem um cão é geralmente mais ativo e tem menos tendência para engordar.

emagrecer-com-cachorro

  • 10 – Mais sono, menos peso

Dormir mais ajuda a perder peso, diz os mais recentes dados apresentados pela Universidade de Michigan – basta dormir mais uma hora por dia para perder cerca de 6 quilos num ano. Para além disso, quem dorme mais 60 minutos por noite, come 6% menos comida ao longo do dia seguinte. Um estudo da Escola de Medicina de Harvard com cerca de 68,000 mulheres chegou à conclusão que aquelas que dormiam 5 ou menos horas por noite tinham uma maior probabilidade (32%) de ganhar mais de 13 quilos nos 16 anos seguintes, do que aquelas que dormiam pelo menos 7 horas por noite.

Quer perder peso de forma acelerada?

Criamos produtos com uma combinação de nutrientes inédito. Pegue já seu desconto na promoção e leve mais saúde para a sua casa!

Clique aqui e pegue seu desconto.

Os comentários estão fechados.