O Livro

Você sabe como prevenir o câncer? E os problemas “cardíacos” mais graves? Sabe como prevenir a artrite, a bronquite, a depressão, a diabetes e a osteoporose? Essas, e muitas outras, são chamadas doenças crônicas não transmissíveis. Elas são responsáveis por 65% do total de mortes no Brasil. Nos EUA, todos os anos mais de 1,9 trilhões de dólares são gastos no tratamento desses tipos de doenças.

Os dados de saúde no Brasil mostram que o excesso de colesterol é um dos maiores causadores de doenças do coração, e a hipertensão arterial é a principal causadora de AVC, também conhecido como derrame cerebral. No ranking brasileiro, o campeão de mortes são as doenças cardiovasculares, enquanto o câncer ocupa o segundo lugar.

Falando especificamente de câncer, pesquisas do Fundo Mundial Para Estudo do Câncer, apontam que cerca de 30% dos principais tipos de tumor que acometem os brasileiros, como o câncer do Colo-retal, câncer de Mama, e câncer do Pâncreas poderiam ser evitados com uma dieta adequada, peso saudável e atividade física regular.

Outros levantamentos estatísticos vêm mostrando nas ultimas décadas que as pessoas habituadas a dietas ricas em vegetais são raramente acometidas por câncer. Vejam que interessante:

Um estudo feito na Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, concluiu que o sulforafane, presente na família das crucíferas – couves, brócolis e repolhos -, é capaz de impedir o avanço do câncer colorretal.

Em Taiwan, cientistas da Universidade Nacional Chung Hsing testaram o licopeno, o pigmento que dá o tom vermelho ao tomate e a frutas como a goiaba, e ele conteve a temida metástase, ou seja, impediu que as células malignas do câncer se espalhassem pelo corpo.

As isoflavonas, componentes da soja, atuam fortemente na prevenção do câncer de mama, de acordo com uma pesquisa da Universidade Johns Hopkins, dos EUA.

Um trabalho recente da Universidade de São Paulo avaliou os benefícios da abóbora, famosa pela alta concentração de betacaroteno, especificamente para prevenir o câncer de próstata.

A curcumina, presente naquele tempero chamado cúrcuma, tem sido usada por séculos no tratamento de feridas e inflamações, por seus efeitos antioxidantes, antiproliferativos e anti-inflamatórios, já comprovados experimentalmente; e agora os estudos mais recentes têm indicado que também pode amenizar os sintomas da esclerose múltipla.

O lupeol é um triterpenoide, presente em alimentos como azeitona, manga, morango e figo, que tem mostrado um amplo espectro de efeitos medicinais, como antimalárica, anti-artrítico e anticancerígeno.

Imagine: é como se a travessa de alimentos posta à sua mesa fosse um vidro de remédio. Sendo este de baixo custo, livre de efeitos colaterais, e ainda agradável ao paladar.

O resveratrol da uva e do vinho, tende a ficar no plasma do sangue e nos tecidos do sistema urinário, protegendo esses sistemas contra agentes cancerígenos.

O grande mérito de todas essas pesquisas é mostrar a você que um cardápio adequado, rico em fibras, frutas e hortaliças, irá ajudar na prevenção da maior parte dos casos de câncer, incluídos aí os tumores de boca, laringe, faringe, estômago e intestino, muito freqüentes na população brasileira. Sabemos hoje, e isso é muito nítido, da extrema importância de comer frutas, verduras e legumes, limitando ao mesmo tempo as porções de carnes vermelhas, sal e embutidos.

A leitura do LIVRO SAÚDE TOTAL fará com que você veja sua cozinha, o supermercado e a sua mesa com novos olhos, transformando esses locais em verdadeiros laboratórios para promoção da sua saúde e bem-estar.